Depressão em adolescentes. O que os pais podem fazer

 1) Entenda que adolescentes com depressão talvez achem difícil explicar como se sentem. Eles talvez não entendam o que está acontecendo e não saibam quais são os sintomas da depressão.
 2) Adolescentes e adultos se comportam de maneiras diferentes quando estão deprimidos. Por isso, fique atento a mudanças no comportamento de seu filho, nos hábitos alimentares, no humor, no sono ou na convivência com outras pessoas. Essas mudanças podem ser sinal de depressão, principalmente se durarem algumas semanas.
 3) Leve a sério qualquer coisa que seu filho disser sobre suicídio, mesmo que ele não diga isso claramente.
 4) Se você acha que seu filho tem depressão (não apenas uma tristeza passageira), talvez seja bom consultar um médico.
 5) Ajude seu filho a seguir o tratamento. Se ele não melhorar ou se surgirem efeitos colaterais negativos, fale com o médico.
 6) Ajuda a sua família a ter uma boa rotina de alimentação, exercícios e sono.
 7) Converse bastante com seu filho. Ajude-o a lidar com comentários ou conceitos negativos de outros sobre a depressão.
 8) A depressão pode fazer a pessoa se sentir sozinha, inferior e sem valor. Por isso, deixe claro para seu filho, por palavras e ações, que você o ama.
 9) A taxa de depressão em meninas adolescentes parece ser maior do que em meninos. Um fator é que muitas garotas enfrentam assédio ou abuso sexual e maus tratos físicos ou emocionais, o que causa muito estresse. Fique atento, pois elas não costumam relatar estes fatos.
10) Monte um kit de “primeiros socorros”: Telefones de pessoas com quem você pode falar quando estiver se sentindo para baixo. Um diário com pensamentos positivos e momentos bons que você viveu. Coisas que fazem você se lembrar de pessoas que te amam. Músicas com mensagens positivas, que te deixam para cima. Palavras consoladoras da Bíblia, como as que encontramos nos textos de Salmo 34:18; 51:17; 94:19; Filipenses 4:6, 7. Frases motivadoras ou artigos que fazem você se sentir bem.

Fonte: Revista Despertai! - www.jw.org


Menu de Auto Ajuda

Menu de Auto Ajuda

Próximo texto

Próximo texto