As três piores torturas chinesas

Um homem está perdido no meio do interior da China. Há três semanas ele não come, e tem que dormir fora. Numa tarde quando caminhava num bosque à procura de algo para comer, ele avista uma casa isolada. Pela fumaça saindo da chaminé, ele percebe que ela é habitada. O homem bate na porta. Um velhinho abre e diz: "O que você quer?" O homem diz: "Estou perdido há três semanas e não comi nada neste tempo. Você poderia me dar algo para comer e deixar-me dormir na sua casa esta noite?" O velhinho chinês responde: "Aceito com uma condição: em nenhuma hipótese você pode querer ver minha neta." O homem esgotado e faminto aceita imediatamente: "Prometo-lhe respeitar minha palavra e sair daqui amanhã cedo" O velhinho responde: "Está bem. Mas se eu pegá-lo rondando minha neta, eu lhe farei passar pelas três piores torturas que é possível um homem suportar" "Tá certo!" diz o homem entrando finalmente na casa. Ao mesmo tempo ele se pergunta que tipo de mulher é capaz de viver assim na floresta com um velho por única companhia. O homem toma um banho e desce para comer. Nesse momento ele encontra a mais bela mulher da China... Tanto que, durante toda a refeição, ele não consegue desgrudar os olhos desta jóia que é a neta do velhinho... Evidentemente, durante a noite, o homem não consegue cumprir sua promessa: Ele entra no quarto da moça, que tinha deixado a porta aberta, e os dois se divertem um bocado. Depois ele volta a seu quarto para dormir. Ele pensa: "depois do que eu acabo de passar, as torturas que este velhinho quer me fazer passar não vão ser muito pesadas..." De manhã, o homem se levanta com um peso terrível sobre o peito. Ele abre os olhos e descobre que uma pedra enorme foi colocada sobre ele. Na pedra há um papel onde está escrito: "Primeira tortura chinesa: um peso de 50 kg sobre o peito" O homem pensa: "O que? Isto que é a pior tortura chinesa? Tá brincando." Ele se levanta, vai até a janela do quarto, abre o vidro e joga a pedra para fora. No momento em que ele joga a pedra, ele vê um papel colocado no outro lado da pedra que diz: "Segunda tortura chinesa: pedra amarrada no testículo direito" O homem pensa num segundo: "Paciência, não estou tão alto, eu pulo junto com a pedra...", e no momento em que ele salta, ele vê o terceiro papelzinho que diz: "Terceira tortura chinesa: testículo esquerdo amarrado no pé da cama".

Conto anterior

Conto anterior

          

Próximo conto

Próximo conto