Nome do Escritor.......:  Mario Quintana

Data de Nascimento...:  30/07/1906

Data de Falecimento..:  O bom escritor não morre

Local de Nascimento..:  Alegrete RS

Breve história.......:  

Escritor, jornalista, poeta e tradutor. Com um tom irônico, escreveu sobre as coisas simples da vida, porém buscando sempre a perfeição técnica. Sua infância foi marcada pela dor e solidão, pois perdeu a mãe com apenas três anos de idade e o pai não chegou a conhecer. Em 1919, mudou-se para a cidade de Porto Alegre, onde foi estudar no Colégio Militar. Foi nesta instituição de ensino que começou a escrever. Quando adulto, trabalhou na Editora Globo, e na tradução de obras literárias. Traduziu mais de cem obras da literatura mundial. Com 34 anos de idade lançou-se no mundo da poesia. Em 1940, publicou seu primeiro livro com temática infantil. Somente em 1966 sua obra ganha reconhecimento nacional. Neste ano ganha o Prêmio Fernando Chinaglia da União Brasileira dos Escritores, pela obra “Antologia Poética”.

Obras Publicadas.......:  

Poéticas

A Rua dos Cataventos
Canções
Sapato Florido
O Aprendiz de Feiticeiro
Espelho Mágico
Inéditos e Esparsos
Poesias
Caderno Porto Alegre
Apontamentos de História Sobrenatural
Quintanares
A Vaca e o Hipogrifo
Esconderijos do Tempo
Baú de Espantos
Preparativos de Viagem
Da Preguiça como Método de Trabalho
Porta Giratória
A Cor do Invisível
Velório Sem Defunto
Água
Eu Passarinho
Quarteto e Terceto

Infantis
O Batalhão das Letras
Pé de Pilão
Lili inventa o Mundo
Nariz de Vidro
O Sapo Amarelo
Sapato Furado

Antologias
Nova Antologia Poética
Prosa & Verso
Chew me up Slowly (Caderno H)
Na Volta da Esquina
Objetos Perdidos y Otros Poemas
Nova Antologia Poética
Literatura Comentada
Os Melhores Poemas de Mario Quintana
Primavera Cruza o Rio
80 anos de Poesia
Trinta Poemas
Ora Bolas
Antologia Poética
Poesia Completa
Baú de Espantos


TEXTOS SOBRE O AUTOR

Aproximações entre Mario Quintana e Rubem Braga

Canção do dia de sempre

Os poemas

O aprediz de feiticeiro: realidade, imaginação e magia

Metalinguagem, intertextualidade e consciência poética

Entrevista com Mário Quintana

Em busca do tradutor: Proust e Mérimée

O manual do poeta

Baú de eternos tesouros: aspectos da lírica memorialística

A casa fantasma