Eles, que são brancos, que se entendam

Foi o começo de uma das primeiras punições que o racismo sofreu, ainda no século 18. Um capitão do regimento queixou-se a seu superior, um português. O capitão reivindicava a punição de um soldado que o desrespeitara. Como resposta, ouviu a seguinte frase: "Vocês que são pardos que se entendam". O oficial ficou indignado e recorreu à instância superior, o 12º vice-rei do Brasil, dom Luís de Vasconcelos (1742-1807). Depois de saber do ocorrido, dom Luís mandou prender o oficial português.
- Preso, eu? Por quê? - estranhou o oficial
- Nós somos brancos, cá nos entendemos - respondeu o vice-rei.
Depois disso, a expressão tornou-se frase feita, dita de forma diferente pelo povo. Ela está registrada em Locuções Tradicionais do Brasil, de Luís da Câmara Cascudo (1898-1986).


Texto anterior

Texto anterior

Próximo texto

Próximo texto