Unitrilhas

No. 11 - 24/5/2002

1. O M e l
2. R P P N
3. D o c u m e n t á r i o
4. S o l
5. A t e n d i m e n t o
6. P r ó x i m o s R o t e i r o s
7. D i c a s
8. E n t r e v i s t a
9. A g e n d a V i v a M a i s

Olá, "A resposta de vocês mostra que por trás de organizadores de viagens estou falando com gente que busca criar caminhos para uma vida melhor!!!! Bom tê-los achado. Espero que possamos caminhar juntos em breve." Rosana Malerba malerba@terra.com.br
Reconhecimento é uma questão de ética e reputação. E isso é aplicado em todas as ações da Unitrilhas. Pensar no outro, pensar no bem estar das pessoas, pensar num ambiente preservado, mas o melhor agir por um mundo melhor. Brigado pelo carinho, Rosana e as demais pessoas que admiram nosso trabalho e se manifestam por outros canais, às vezes sem as palavras !
Abraço Aventureiro,
Adriano Garbelini - Editor
unitrilhas@yahoo.com.br

Espaço Cultural Pés no Chão, Ilha Bela, SP www.pesnochao.org.br Arte, expressão corporal, música instrumental, resgate da cultura caiçara. Uma entidade que apóia a vida no o litoral paulista.

1. O M e l
Devido a quase total ausência de problemas como a contaminação por agrotóxicos e o uso de métodos artificiais para o tratamento das abelhas, o mel brasileiro é um dos mais procurados pelos consumidores em todo o mundo.
Essa características d produção nacional já atendem, em parte, as normas de produção de orgânicos da IFOAM que, dentre outras exigências, restringe o uso da alimentação artificial do enxame (que quando necessária deve ser composta de 90% de ingredientes orgânicos), proíbe o uso de antibióticos sintéticos ou medicamentos veterinários, além de exigir uma distância mínima de 3km entre a produção de mel e cultivos agrícolas convencionais ou zonas sujeitas à contam,inação. Esses procedimentos internacionais favorecem as propriedades brasileiras que contam com a presença de ecossistemas naturais ao seu redor, como os da região do Pantanal, de parte da Caatinga e do Cerrado. Uma vantagem competitiva importante dentro do já privilegiado mercado de produtos orgânicos.
Algumas características da apicultura que favorecem a conservação ambiental: As abelhas precisam de plantas vivas para retirarem seu alimento, por isto a apicultura estimula a conservação das matas e da biodiversidade. Matas ciliares são excelentes fontes de alimentação para as abelhas. Promover a sua recuperação, traz benefício também para os recursos hídricos. A apicultura ajuda a transformar o homem do campo em um naturalista, um apreciador da natureza e seus fenômenos, cuja influência traz resultados multiplicadores em sua comunidade. Os produtos apícolas obtidos das matas ciliares são muito valorizados em todo mundo por estarem isentos de pesticidas, abrindo a possibilidade de o agricultor certificar e comercializar sua produção como orgânica. Em propriedades que já tenham sistemas de produção agroecológicos, a apicultura surge como uma atividade para diversificação de renda dentro do comércio de produtos orgânicos, além de favorecer a reprodução das culturas comerciais.
A presença das abelhas garante a propagação de espécies vegetais que embora não tenham interesse agrícola, são de grande importância ambiental. Do ponto de vista socioeconômico, vale ressaltar que a atividade auxilia a fixação do homem no campo, já que envolve famílias inteiras no seu trabalho, obtendo produtos, como o mel, a geléia real, o pólen e a cera com forte procura também no mercado interno. Os agricultores familiares dispõem de uma série de espécies com valor comercial que podem servir de alimento para as abelhas e terem sua produtividade aumentada pelo trabalho de polinização gratuitamente ofertado por essas operárias incansáveis.
fonte www.planetaorganico.com.br/newslbee3.htm

2. R P P N
Conheça um pouco sobre essa nova forma de preservar o meio ambiente, disponibilizar projetos de pesquisa, e que de quebra pode oferecer opções sustentáveis de ecoturismo e esportes de aventura.
O decreto que rege as Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPNs) é de 1996. De lá para cá muito se avançou no assunto, tanto que tramita na Casa Civil um processo para tornar o decreto em Lei Federal. Além disso, transformar uma propriedade, ou parte dela, em uma RPPN, pode ajudar a fomentar o estudo científico do meio ambiente e ainda a formação de centros de prática de ecoturismo sustentável. Para o presidente da Confederação Nacional de RPPNs, Horácio Tetsuo, “transformar uma propriedade em RPPN é uma forma de manifestar o lado ambientalista que cada proprietário de terras já o tem naturalmente, simplesmente pelo fato de que ninguém o obriga a fazê-lo”, disse. Segundo ele, 90% das RPPNs promulgadas são provenientes unicamente do desejo do proprietário de terras que possui real interesse em conservar a natureza.
Atualmente o Brasil soma quase 600 propriedades regulamentadas como RPPN. Esse número aumenta a cada ano. Um dos principais motivos desse fenômeno é a conscientização gradual das pessoas quanto ao meio ambiente e conservação da natureza. Outro grande motivo deve-se ao crescimento do mercado de ecoturismo, já que em uma RPPN há um forte apelo conservacionista no sentido de ter chance de aliar projetos dirigidos a prática dessa modalidade de turismo. Na verdade, o ecoturismo, é uma forma de manter financeiramente uma RPPN, com recursos de hospedagem, a visitação pública em si e mesmo a prática de esportes de aventura nesses ambientes naturais.
Para contrabalancear é comum os proprietários de RPPNs ter como principal objetivo a implantação de centros de pesquisas que permitam o trabalho de especialistas no estudo da fauna e flora do meio ambiente local. O que pode provar esse fato é a utilização de reservas particulares por ONGs para desenvolvimento dessas atividades. Um bom exemplo é a RPPN de Salto Morato, no Paraná, que é administrada pela ONG Fundação O Boticário de Preservação à Natureza. Lá existe um centro de pesquisas e ainda são praticadas atividades ecoturísticas. Para manter a reserva 60% dos seus recursos vêm da Fundação e os outros 40% restantes são provenientes de parcerias e da receita obtida com a prática de ecoturismo.
Benefícios
Os principais benefícios que o proprietário de reservas particulares dispõe são a isenção do pagamento do Imposto sobre Território Rural, ter preferência em pedidos de financiamento para investimentos nas propriedades e, é claro, prestígio da comunidade ambientalista, já que tornar uma propriedade em RPPN significa dedicar o terreno de forma perpétua como área de conservação, ou seja, normalmente o dono de terras onde há recursos naturais não pode desmatar por completo sua propriedade, sendo obrigado a disponibilizar uma porção da área natural intocada.
Dificuldades
Mas nem tudo são flores. Não são todas as RPPNs que conseguem facilmente recursos e mesmo apoio de entidades ambientalistas e governamentais para implantarem sistemas sustentáveis de ecoturismo ou ainda centros de pesquisas, como conta um proprietário de reserva particular localizada no estado do Mato Grosso do Sul, Laércio Sousa. “Para quem deseja montar um bom projeto em uma RPPN tem de trabalhar muito, acumular experiência e encontrar os canais de viabilização. Nem sempre é fácil, às vezes encontramos entidades que possuem projetos, mas para implantarem pedem comissão, o que torna oneroso.
Como fazer
Para quem pretende transformar a sua propriedade em uma reserva particular, tem de ter em mente que não é um processo fácil. A Confederação Nacional de RPPN oferece atendimento para instruir os pretendentes a desmembrar um processo, embora lembre que é necessário estar com a parte cartorial da propriedade em ordem. Em todo o tramite, o processo pode passar por inspeções de até 14 fiscais para que finalmente seja promulgada. “Se tudo estiver correto, em algumas semanas é possível obter uma reserva particular declarada. Ao contrário o processo pode levar anos”, afirmou o presidente da confederação.
Sites relacionados: CNRPPN - IBAMA
Por Cesar Greco
fonte www.ecoviagem.com.br/ecoreporter/def_ecoreporter.asp?codigo=2183

3. D o c u m e n t á r i o
A editora gaúcha L&PM Editores acaba de lançar a segunda edição do livro “Futuro Roubado”, de Theo Colborn (editado pela primeira vez em 1997). Este livro apresenta dados impressionantes sobre princípios ativos e moléculas, presentes sobretudo em plásticos e agrotóxicos, que têm a característica de imitar hormônios femininos, alterar o aparelho reprodutor masculino e causar interferências no organismo das fêmeas.A obra pode ser adquirida na Cooperativa Coolméia, pelo valor de R$ 35,00, com o Sr. Rafael, pelo telefone (51) 3286-3304.
Rejane Ludwig (engenheira química e ambientalista) e Luiz Jacques Luderitz Saldanha (engenheiro agrônomo) também publicaram um livreto onde procuram decodificar algumas das informações contidas no livro “Futuro Roubado”. Ele se chama "O plástico nosso de cada dia - seus ascendentes, descendentes e correlatos", e é vendido por R$ 20,00. Quem compra o livreto recebe, gratuitamente, uma cópia condensada do programa “O Futuro Roubado”, feito pela BBC de Londres (baseado no livro de Colborn), que se chama "Agressão ao homem". Quem quiser também leva, por mais R$ 5,00, uma sacola de pano de algodão rústico, como estímulo para abandonar o saco plástico do supermercado quando faz suas compras. Para adquirir estes materiais, você pode fazer contato com Luiz Jacques, através do e-mail: jacques@smam.prefpoa.com.br
fonte Boletim n.112 da Campanha Por Um Brasil Livre de Transgênicos Peça o seu campanhatransg@uol.com.br

4. S o l
Sorriso sol aberto
encanta tudo presente
alegria a alma sente
um coração desperto
reflexão lua vagante
nuvens claras e escuras
horas raras do ser pensante
revive glórias e amarguras
saudades estrelas distantes
num profundo esperar
tanto agora como antes
quimeras e cismar
emoções nuvens ligeiras
lentas ou passageiras
dos raios solares na frente
sem esses nunca modificar
Do livro Contos Poéticos, 1995
Sebastião Martins Vital

5. A t e n d i m e n t o
O Unitrilhas te atende com o maior prazer, disposição e competência nos seguintes horários:
De terça à sexta-feira.
Tel (11) 6963-0232, das 8 às 15hs.
E-mails unitrilhas@yahoo.com.br e unitrilhas@ig.com.br
Segundas-feiras são dias da merecida "folga" para nossa equipe ir para onde e fazer o que quiser, inclusive para a trilha. E é isso que normalmente acontece. Êta pessoal que gosta de mato !
Ligue, redija, apareça !

6. P r ó x i m o s R o t e i r o s
Fique por dentro da programação de outono das caminhadas Unitrilhas. Sujeito a modificações e a disponibilidade de vagas.
30/5 à 2/6: Alagoa, montanha, isolamento, alimentação natural
30/5 à 2/6: Bocaina, trilha do ouro, travessia
8 e 16/6: Campos-Pinda, montanha, travessia
9 e 22/6: Monte Verde, montanha, queijos
15 e 23/6: Extrema, montanha, cachoeira
28/6 à 30/6: Ilha Bela, música instrumental, cachoeiras, praias
6 à 14/7: Alto Paraíso, chapada, cachoeiras, estilo de vida

7. D i c a s
Aqui algumas dicas para você aproveitar plenamente sua aventura.
::: escolha um roteiro compatível com sua capacidade física, motora e psíquica
::: esqueça o esporte, o esforço intenso e a sobrecarga do organismo, transforme sua caminhada em momentos de apreciação, interação e aprendizagem com o ambiente natural
::: tente, arrisque, vá mais um pouco além do que você "acha" que pode, e se precisar, sempre terá alguém pra te ajudar

8. E n t r e v i s t a
Saiba o que está acontecendo em prol da qualidade de vida. Ações à favor da vida. Personagens anônimos que trabalham por um mundo melhor.
Culinária Preventiva. Isso mesmo. Com a palavra Maria do Céu, que desenvolve essa nova linguagem culinária, através de cursos, livros e do seu restaurante naturalista Céu Natural.
a) Olá Maria do Céu, o que é viver bem na sua opinião?
É se integrar com a natureza. É se sentir parte integrante de tudo, inclusive do próximo. É olhar a vida com verdade, com sua verdade. É respeitar o ritmo do universo, como as ondas do mar, que se expandem e se recolhem. É compreender o sim e o não, porque a vida uma hora diz sim e outras vezes diz não.
b) E você, quais suas ações para viver melhor?
Procuro ser feliz acreditando que o amanhã é sempre um novo dia, um dia que nunca existiu. Respeito principalmente o meu alimento de todo o dia, tanto o orgânico como o da alma.
c) E para coletividade, tem feito algo?
Estou fazendo agora, falando sobre a minha presença no universo sabe-se lá para quantas pessoas ! Trabalho com culinária preventiva, ou seja, com educação alimentar. As pessoas se perderam, já não sabem mais refletir sobre seus hábitos. Incluíram os vícios alimentares "modernos" na sua vida e se perderam. Fico triste com isso, mas recupero a tristeza podendo oferecer o meu trabalho de reeducação alimentar e tentar resgatar a consciência das pessoas a esse respeito.
d) Como é sua alimentação?
Café da manhã com frutas, pão integral, mel e queijo fresco. No meio da manhã, mais frutas. No almoço, salada, arroz integral, legumes, as vezes uma torta, carne de soja ou um suflê. À tarde frutas. No jantar, salada, arroz integral e um legume, ou uma sopa.
e) Que acha dos transgênicos?
Uma loucura, mas é preciso ver a ciência como aliada. Acredito que precisaremos nos apoiar nela. Só espero que inventos científicos como esse sejam administrados corretamente para a humanidade.
f) Qual sua arte/artista preferido?
A arte é vida pra mim. Eu gosto de me alimentar de arte sempre. E por sorte do destino trabalho com arte culinária o que já me realiza bastante. Além do meu trabalho ouço musica quase que o dia todo. E tenho um gosto especial pelo cinema, adoro !
g) Quem ou o que mais lhe influenciou na compreensão da existência?
A primeira influencia mais importante foi de Fernando Pessoa.
h) As Unidades de Conservação Ambiental tem cumprido sua função?
Estou otimista em relação a esse trabalho, que é feito sob uma pressão política terrível. Os resultados são lentos, mas aos poucos eles vão aparecendo. O mundo está muito estragado, é difícil, principalmente aqui no Brasil.
i) Qual sua recomendação para quem procura viver mais naturalmente?
Acredito em Mahatma Gandhi quando diz "que somos o que comemos". À partir deste raciocínio posso dizer que somos o que pensamos, o que falamos, o que fazemos. Enfim, o grande exercício de amor começa dentro de nós. Por isso o grande segredo é se cuidar, alimentar-se bem, fazer passeios ao ar livre, sorrir mais. A partir daí podemos nos sentir mais dignos de fazermos parte da natureza.
j) À favor da livre expressão, o espaço é todo seu.
Gostaria de convidar a todos a conhecer o meu restaurante "Céu Natural", onde ofereço uma alimentação baseada na culinária preventiva e com muito sabor. Para quem gosta de cozinhar pode comprar os meus livros "Cozinha Natural do dia-a-dia" Editora Senac, "Cozinhando com Legumes", "Cozinhando com Cascas, Talos e Folhas", "Cozinhando com Grãos" da Editora FTD. Também aplico "Cursos de Culinária Natural" no restaurante. E, para quem quiser contratar as minhas palestras, é só contatar.
k) Qual a melhor forma de contatar-lhe?
Restaurante Céu Natural - Maria do Ceu Garrido Maruxo
04355-100 - R Hideo Sugiama, 70, Jd Aeroporto, São Paulo
telefax (11)5034-3719
e-mail mcgmnatural@hotmail.com
Puxa, ainda bem que não moro perto do Céu Natural. Motivo? É muuuuuuito bom. E minha boca se descontrola fácil. Maria, obrigado por você existir !
Gostou da entrevista? Sabia que você também poderia se expressar aqui? Então envie sua entrevista, que eu publico unitrilhas@yahoo.com.br

A maior agressão ao meio ambiente é a miséria humana. Adivinha quem está afirmando e trabalhando nisso? IBAMA www2.ibama.gov.br/resex/cnpt.htm

9. A g e n d a V i v a M a i s
::: Palestra Sexo e o Jogo Familiar
Exigências de ontem e as facilidades atuais na relação com os filhos.
Psicóloga Glaury A Coelho glauryac@hotmail.com . Dia 7/6/2002,
20hs. R$ 30,00. Tel (11)5507-3215. Apoio Qualis www.qualis.com.br
::: Vivencia de Harmonização para Casais
A comunicação não verbal melhorando o relacionamento de casais.
Com Soraya Gazal sorayagazal@terra.com.br. Dias 8 e 9/6/2002.
Investimento R$ 192,00. Organização Ana Paula Eckert. Realização
Espaço Integração, tels (11)5571-1568 / 6864-1510 / 9908-3307
Local Hotel Waldhadus, Praia do Guaraú-Juréia, Peruíbe, SP.
::: Curso de Culinária Biomolecular
Receitas rápidas, práticas e saudáveis, pautadas na Nutrição Biomolecular.
Com Rubens de Napole Filho, do site www.nutrinforma.com. Dia
15/6/2002, das 12 às 18hs. Investimento R$ 50,00. Realização Espaço
Vida e Luz, Av Jandira, 254-A, Moema, SP, tels (11)5055-0171/2853.
Apoios Mãe Terra Produtos Naturais / Sítio A Boa Terra Orgânicos

Entre os artistas preferidos da turma Unitrilhas, que transforma o descartável em algo útil e bonito, está Clóvis www.clovisrecicla.hpg.com.br


E-zine anterior

E-zine anterior

Próximo e-zine

Próximo e-zine