J

S
O G O S   L I T E R Á R I O
HOME PAGE
ESCRITORES
PROFESSOR VIRTUAL
TESTES EDUCATIVOS
JOGOS LITERÁRIOS
SOB ENCOMENDA
SALA DE LEITURA
BUSCA LITERÁRIA
SEBO DA CULTURA

 CAMPEONATOS  

 QUEM CONTA UM CONTO  

 TESTES  

 DESAFIO CONTO 

 DESAFIO POESIA 

 DESAFIO CRÔNICA 

O Dilema de um reles cidadão

Elisângela Ribeiro – Suzano SP

Amanhece o dia e lá vem o temporal,
o vento da chuva sopra, as folhas caem no quintal.
João prepara o quebra-jejum,
sai em busca de algum trocado.

Vai a busca de trabalho,
mesmo que este seja pesado.
O mais importante é ter o que comer,
ou melhor, dar de comer .

Precisa sustentar os filhos,
sai às ruas feito andarilho.
Que jeito? O jeito é procurar até cansar.
ou até a tarde acabar.

Vai a busca de trabalho
até o suor derramar em sua testa
pois o que conseguir,
para ele será uma verdadeira festa, alegria sem tamanho.

O dia acaba; o pôr-do-sol não parece tão feliz.
A utopia não veio.
E agora, João?
tudo isto fostes em vão!?...

Viver na extrema pobreza,
ter que se defrontar com isto
é realmente uma dureza.
João queria apenas ser considerado um cidadão.

Mas, mesmo assim, ele não desiste não;
mesmo com tanta frustração...
O epílogo dessa história
todos nós sabemos....

...João prepara o quebra-jejum
sai em busca de trabalho,
mesmo que este seja pesado (...)