Dicas para escrever uma novela.

Autor: Lucas Gandin

A Globo mantém os tarimbados autores de novelas em seu quadro de colaboradores e faz um rodízio entre eles. Mas é impensável que, num país com a tradição brasileira na produção de tão importante atração televisa, não existam mais autores a disseminar mutantes e vilões no horário nobre.
Como forma de incentivar os novos talentos e aumentar a concorrência na teledramaturgia, apresento um guia básico para escrever telenovelas:
1º passo – O enredo. A história deve ser simples, pelo menos no seu eixo principal. Uma menina pobre se apaixona pelo galã que já é comprometido com a vilã, má e ambiciosa. Ele também se apaixonará pela mocinha e a vilã tentará, até o fim da novela, acabar com o relacionamento dos dois. No final eles ficam felizes e a vilã morre.
2º – Intercale histórias paralelas à principal. Pode ser um personagem que busca a fama, outro que empobrece ou enriquece.
3º – Aborde nas histórias paralelas temas atuais de repercussão social como aborto, alcoolismo, preconceito, adoção, religião, bala perdida, esquizofrenia, homossexualismo, etc.
4º – Divida os personagens em núcleo pobre e núcleo rico. Situe o núcleo rico em algum lugar chique do Brasil. Não se esqueça de gravar algumas cenas do núcleo rico no exterior. Que devem ser preferencialmente exótico; Arábia ou Índia são boas sugestões. O núcleo pobre fica situado em uma favela ou bairro popular qualquer. Se preferir retratar a classe média, coloque a personagem Helena morando no Leblon.
5º – Todos os personagens jovens deverão ser representados por atores bonitos e com belos sorrisos. Os personagens mais velhos poderão ser representados por qualquer cânone da teledramaturgia brasileira. Às vezes, pode-se trazer atores de Portugal para incrementar o sotaque da terrinha.
6º - O núcleo pobre deverá ser o mais popularescamente animado. Abuse das rodas de samba e pagode. O núcleo rico deverá ser ambientado em eventos culturais e em lugares como o Theatro Municipal de São Paulo.
7º – Faça um núcleo intermediário que se relacione tanto com o núcleo pobre quanto com o rico. Esse núcleo dever ser o promotor das cenas mais engraçadas da novela. Uma família numerosa, um bar, um colégio, etc.

8º – Divida os personagens em bons e ruins. Aos muito ruins decrete a morte no último capítulo. Aos poucos ruins, apenas um bom castigo. Pelo menos um personagem mau deverá se arrepender de suas maldades ao longo da história e ficar bom. Aos personagens bons que sofreram durante a novela devem terminar felizes, como se eles se esquecessem dos sofrimentos que passaram.
9º – Use a publicidade. Veicule sempre uma marca, principalmente nas cenas de refeição. Não se esqueça de que os personagens nunca comem tudo o que está no prato ou bebem tudo o que está no copo. Sempre sobra alguma coisa.
10º – Os carros não precisam ser abertos e nem dados ignição para ligar. As portas nunca são trancadas à chave e os números de telefones nunca têm mais de 4 dígitos.
11º – Invente algum mistério para a novela. Algo que envolva o protagonista. Acusação injusta de roubo, assassinato de um personagem, amnésia...
12º – Use muitos flashbacks. E não economize no xxxxxx meses depois.
13º – A trilha sonora não precisa ser requintada. Um Kenny G ou Roberto Carlos basta para a maioria das cenas.
14º - Se a novela não estiver emplacando, coloque o diretor ou o autor (neste caso você) como ator representando um personagem que surge do nada e some também do nada. Outra pedida é fazer os atores participarem do Vídeo Show (ou similar) e dar entrevista no Fantástico (ou genérico).
15º - Encene sempre um casamento no último capítulo. A palavra fim deve sempre vir após a noiva, que está grávida, jogar o buquê.
Com essas dicas e um pouco de criatividade, logo teremos quatro novelas em cada emissora durante o horário nobre, ou seja, concorrência até demais.
"Aumentando a concorrência" ou "como escrever telenovelas" por Lucas Gandin.

Lucas Gandin é formado em Jornalismo e em Relações Públicas pela UFPR
Fonte: www.jornalcomunicacao.ufpr.br



texto anterior

Texto anterior

          

Próximo texto

próximo texto

Dicas para escrever uma novela