S

A
A L A D E L E I T U R
HOME PAGE
ESCRITORES
PROFESSOR VIRTUAL
TESTES EDUCATIVOS
JOGOS LITERÁRIOS
SOB ENCOMENDA
SALA DE LEITURA
BUSCA LITERÁRIA
SEBO DA CULTURA

SALA DE LEITURA
ARTIGOS AUTO AJUDA CINEMA CONTOS CRÔNICAS ESOTÉRICO EXPRESSÕES
E-ZINE INFANTIL MEDITAÇÃO NOVELA POESIA PROVÉRBIOS TEATRO

Amanhã pode ser tarde

Amanhã pode ser tarde...
Ontem? Isso faz tempo!
Amanhã? Não nos cabe saber.
Sem contar que amanhã pode ser muito tarde...
Para você dizer que ama;
Para você dizer que perdoa;
Para você dizer que desculpa;
Para você dizer que quer tentar de novo.
Amanhã pode ser muito tarde...
Para você pedir perdão;
Para você dizer: “Desculpe-me, o erro foi meu!”
O seu amor, amanhã, pode já ser inútil.
O seu perdão, amanhã, pode já não ser preciso.
A sua volta, amanhã, pode já não ser esperada.
A sua carta, amanhã, pode já não ser lida.
O seu carinho, amanhã, pode já não ser mais necessárioO seu abraço, amanhã,
pode já não encontrar outros braços.
Porque amanhã pode ser muito, muito tarde!
Não deixe para amanhã dizer:
“Eu amo você!”
“Estou com saudades de você!”
“Perdoe-me!”
“Desculpe-me!”
“Esta flor é para você!”
“Você está tão bem!”
Não deixe para amanhã:
O seu sorriso,
O seu abraço,
O seu carinho,
O seu trabalho,
O seu sonho,
A sua ajuda.
Não deixe para amanhã as perguntas:
“Por que você está triste?”
“O que há com você?”
“Ei! Venha cá, vamos conversar...”
“Cadê o seu sorriso?”
“Ainda tenho chance?”
“Já percebeu que eu existo?”
“Por que não começamos de novo?”
“Estou com você. Sabe que pode contar comigo?”
“Cadê os seus sonhos?”
“Onde está a sua garra?”
Lembre-se:
Amanhã pode ser tarde, muito tarde!
Então, procure.
Vá atrás!!
Insista!!!
Tente mais uma vez!!!!
Só o dia de hoje é definitivo!!

poesia anterior

Poesia anterior

          

Próxima poesia

próxima poesia