S

A
A L A D E L E I T U R
HOME PAGE
ESCRITORES
PROFESSOR VIRTUAL
TESTES EDUCATIVOS
JOGOS LITERÁRIOS
SOB ENCOMENDA
SALA DE LEITURA
BUSCA LITERÁRIA
SEBO DA CULTURA

SALA DE LEITURA
ARTIGOS AUTO AJUDA CINEMA CONTOS CRÔNICAS ESOTÉRICO EXPRESSÕES
E-ZINE INFANTIL MEDITAÇÃO NOVELA POESIA PROVÉRBIOS TEATRO

Não se esqueça de mim

Autor: Alfredo Kleper Lavor

Não se esqueça de mim
Não se esqueça do barulho do mar
Não se esqueça do cantar dos pássaros
Não se esqueça das coisas simples, enfim
Pois a vida é tão bela
Das estradas estreitas como a própria vida
Das areias de um mundo sem fim
Do universo procurando entrar pela janela
São momentos, lúdicos instantes
Da água abraçando teus pés
Do pôr-do-sol entrando nos teus olhos
Lembrando e buscando lugares tão distantes
Não se esqueça de mim
Pois eu faço parte deste pequeno mundo
Um mundo de um gostar de você tão profundo
E, por isso mesmo, não tem início, nem tem fim

poesia anterior

Poesia anterior

          

Próxima poesia

próxima poesia