S

A
A L A D E L E I T U R
HOME PAGE
ESCRITORES
PROFESSOR VIRTUAL
TESTES EDUCATIVOS
JOGOS LITERÁRIOS
SOB ENCOMENDA
SALA DE LEITURA
BUSCA LITERÁRIA
SEBO DA CULTURA

SALA DE LEITURA
ARTIGOS AUTO AJUDA CINEMA CONTOS CRÔNICAS ESOTÉRICO EXPRESSÕES
E-ZINE INFANTIL MEDITAÇÃO NOVELA POESIA PROVÉRBIOS TEATRO

Presença do Silêncio

Autor: Leo Durval

Contato: leorecife80@hotmail.com

No silêncio do sem querer,
Ouvidante as palavras simples,
Entendidas pelo que me cercava,
Laboriosa naquele instante,
Vivaz num alforje percebido.

Por elas,
Mesmas frases conflitantes,
Frases que eu concertava,
Sutis e aconselháveis:

Ocasionais...

Em simultâneas eu as viria,
As conseguia purificar,
Enaltecia as minhas razoes.
Por eu,

Ali só,
No ACASO.

Ontológico era este ACASO,
Bem amado me encontrava,
Em meu intimo adentrei:

Luz gozável;
Perfume teu;
Sabor prazeroso;
Som inigualável;
Toque primordial:

Os sentidos.

poesia anterior

Poesia anterior

          

Próxima poesia

próxima poesia