S

A
A L A D E L E I T U R
HOME PAGE
ESCRITORES
PROFESSOR VIRTUAL
TESTES EDUCATIVOS
JOGOS LITERÁRIOS
SOB ENCOMENDA
SALA DE LEITURA
BUSCA LITERÁRIA
SEBO DA CULTURA

SALA DE LEITURA
ARTIGOS AUTO AJUDA CINEMA CONTOS CRÔNICAS ESOTÉRICO EXPRESSÕES
E-ZINE INFANTIL MEDITAÇÃO NOVELA POESIA PROVÉRBIOS TEATRO

Quando a primavera chega

Autor: Maria de Fátima Abreu de Oliveira

Contato: fatima_luthorclark@yahoo.com.br

Quando a primavera chega
O amor desabrocha no ar
Sentimentos tão guardados
Vem à tona
E a vontade de amar...
Pássaros voando longe, no céu
Dão a liberdade que corações
Precisam para se aproximar
Os corações se entrelaçam
E o amor se faz brilhar...
Um aperto no peito
É sinal que o amor volta para ficar
Enche o coração de alegria
E transborda em linda sintonia...
O amor é feito para todos
Mas nem todos, tem o amor
Triste de quem não o tem
Pois é luz pura de sentimentos
Guardados em lindo compartimento:
O coração.
A mão que afaga os cabelos de quem se ama
É a mesma que segura o rosto e sorri
Não há nada que o amor não possa fazer
E simplesmente amar, já é grande emoção!
Todo tipo de amor vale a pena
Apenas um, não me serve:
Aquele que apenas um, o sente.
Amar tem que ter toda plenitude
De sentimento compartilhado
Se assim não é
Não vale a pena ser tocado
O toque faz parte da sensação
A pele toda arrepiada
Demonstra o quanto faz, uma suave atração...
Voltar a amar
É um objetivo
É uma espera
De quem te complete
A parte perdida de seu coração
Por motivo de força maior, foi retirado
E que agora precisa ser completado...
Voltar a amar é uma necessidade
Às vezes o corpo necessita...
Mas a alma está em primeiro lugar
Porque o romantismo pertence à alma
A alma precisa ser consolada com um grande amor
E para que corpo e alma se completem:
Apenas voltando a amar...

poesia anterior

Poesia anterior

          

Próxima poesia

próxima poesia