Pergunta: Passe para o plural...

Singular:

A pessoa que tem sede de vitória, como os jovens da associação "Faça Valer a Pena", só poderia mesmo dedicar grande parte de seu tempo à leitura transformadora.

Plural:

As pessoas que têm sede de vitória, como os jovens da associação "Faça Valer a Pena", só poderiam mesmo dedicar grande parte de seus tempos à leitura transformadora.

Mudanças:
A para As
pessoa para pessoas
tem para têm
poderia para poderiam
seu para seus
tempo para tempos

Mais algumas dicas básicas sobre o uso do plural:
Plural metafônico: Quanto ao timbre, há palavras em que o o fechado tônico do singular muda para o aberto no plural. A esse tipo de plural dá-se o nome de metafônico.
Singular (ô) Plural (ó) - grosso grossos - aeroporto aeroportos - imposto impostos - amistoso amistosos - jogo jogos - miolo miolos - aposto apostos - bondoso bondosos - morno mornos - caroço caroços.
O plural pode ser indicado pela letra “s” nas abreviaturas obtidas pela redução de palavras e nas que representam títulos ou formas de tratamento: págs. sécs., drs., V. Exas.
Formam o plural com s as siglas: PMs, CPFs, sem o uso do apóstrofo.
Normalmente, o plural é formado acrescentando-se “s” ao singular. Nessa regra se incluem os substantivos terminados em vogal nasal, mudando-se o “m” pelo “n”.
Substantivos terminados em “ão”: na maioria da vezes faz o plural em “ões”:
campeão campeões - eleição eleições
Um número pequeno faz o plural em “ães”:
alemão alemães - catalão catalães
Um grupo reduzido de oxítonos e todos os paroxítonos fazem o plural acrescentando-se “s”:
irmão irmãos - bênção bênçãos
Alguns substantivos terminados em “ão” fazem o plural em mais de uma forma, porque não se fixou definitivamente uma única terminação:
alazão = alazães, alazões - guardião = guardiães, guardiões
Substantivos terminados em Consoante “r”, “z” e “n”; fazem o plural acrescentando-se “es”:
líquen líquenes - colher colheres - cruz cruzes
Os terminados em “s”, se oxítonos, fazem o plural acrescentando-se “es”; se forem paroxítonos, são invariáveis.
o atlas os atlas - o país os países
Os terminados em “al”, “el”, “ol” e “ul” fazem o plural em “is”:
anzol anzóis - paul pauis - animal animais - móvel móveis
Os substantivos oxítonos terminados em “il” fazem o plural em “s”:
barril barris
Os substantivos paroxítonos terminados em “il” fazem o plural em “eis”:
réptil répteis
Plural do substantivos com o sufixo “zinho” e “zito”. Pluraliza-se o substantivo primitivo e o sufixo e exclui-se os do substantivo primitivo:
animais + zinhos = animaizinhos - flores + zinhas = florezinhas - cães + zito = cãezitos
Os poucos substantivos terminados em “x” são invariáveis:
o tórax os tórax - a fênix as fênix
O plural de nomes próprios obedece às regras do plural de substantivos comuns:
os Almeidas - os Andradas
Os nomes de letras são flexionados normalmente:
as – bês – cês
Os nomes que denominam povos, tribos, castas ou agrupamentos étnicos formam plural como os substantivos simples:
os brasileiros - os portugueses - os espanhóis
Por convenção internacional, em trabalhos científicos, os etnônimos que não sejam de origem vernácula não devem ser pluralizados:
os tupi - os caiuá - os somali
Qualquer palavra, grupo de palavras ou oração pode substantivar-se, situação em que a flexão de número se dará normalmente:
os sins - os prós – os contras
Plural de nomes de origem grega:
certâmen certamens ou certâmenes - hífen hifens ou hífenes
Os substantivos que funcionam como adjetivo não sofrem flexão de número:
calças turquesa - blusas pérola - camisas laranja
Fonte: Manual de língua portuguesa do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, Brasília, 2012.

Menu de perguntas

Menu de perguntas

          

Próxima pergunta

Próxima pergunta