TEMA

Transição do feudalismo para o capitalismo.

O sistema feudal baseava-se na pura e simples exploração dos servos pelos seus senhores. Com o passar do tempo, os senhores aumentaram a pressão por resultados ainda maiores de produção, e os servos em contra partida passaram a se envolver em cada vez mais embates por direitos e liberdade. A pressão dos senhores por uma maior produção já tinha como foco a produção excedente. O dinheiro já dava mostra que estava se transformando de intermédio de troca para o capital especulativo. O crescimento das cidades favoreceram a migração de servos libertos, e mesmo de fugitivos; que se aglomeraram nas regiões periféricas destas cidades formando uma nova camada social com capacidade de trabalho e consumo. Neste ambiente surgiu a figura do mercador, que futuramente iria ser o grande vilão dos antigos senhores, pois boa parte destes viriam a se envolver em dividas impagáveis perante os mercadores, que caracterizam o atravessador. Este processo de transição perdurou pelos séculos XIV, XV e XVI; quando o sistema capitalista passou a imperar soberano.

Autor: Arnold Gonçalves



Redação anterior

Redação anterior

          

Próxima redação

Próxima redação