TEMA

Felicidade.

Felicidade: Qualidade ou estado de feliz; ventura; contentamento; êxito; sucesso; sorte.
São muitas as possibilidades de definição para o que seja felicidade, mas todas nos remetem para o que há de melhor. Estas possibilidades estão intimamente ligadas às necessidades e perspectivas de cada individuo. Para cada pessoa a felicidade tem um significado especial, e para se chegar até ela devem-se percorrer caminhos diferentes segundo cada ponto de vista. Gosto daquela definição que diz ser a felicidade um estado de espírito. Parece a mais próxima do que realmente sentimos quando estamos próximo dela. A felicidade emana de dentro para fora de nosso organismo, e quando nos damos conta dela, ela nos foge de forma fugaz. São raros os momentos da vida em que nos damos conta de estarmos envolvidos pela felicidade e aproveitarmos esta dádiva divina. Por isso aquela frase tão conhecida e falada a todo o tempo; Eu era feliz e não sabia. E não é tolice, nós realmente não temos noção de quanto somos felizes, neste exato momento. A medida da felicidade é a que temos em nossa experiência de vida.
Qual a medida de felicidade de um jovem que nasceu durante a guerra e desde muito pequeno vive em um campo de concentração. Talvez seu ápice de felicidade seja no dia em que não foi torturado, ou que conseguiu dormir uma noite. E aquele que nasceu em berço esplendido... Quando é que ele realmente conseguirá sentir-se feliz?

No extremo oriente, há algumas tendências religiosas que acreditam que a felicidade pode ser obtida através do treino mental. Se você condicionar-se direitinho, conseguirá ser feliz, independente do que estiver acontecendo em sua volta. Conheço varias pessoas que procuram agir assim, mas é muito difícil, e sinceramente, não acho que elas sejam felizes, estão apenas tentando se enganar e enganar as pessoas que estão a sua volta, quando a redoma estoura é uma tragédia só. Essa situação faz-me lembrar daquele filme vencedor do Oscar; a vida é bela. Como ficou aquela criança ao saber da verdade? Representa, para mim, uma falsa felicidade.
Outra corrente religiosa que vem do oriente, diz que superar a força dos desejos é estar a um passo da felicidade. Esta sim, uma corrente em que acredito firmemente. Sempre metemos os pés pelas mãos, por causa de desejos e vontades. Superando esta força, se não ficamos felizes, pelo menos deixamos de experimentar inúmeros dissabores, e isso já é um bom caminho para a felicidade. Fecho com o ponto de vista de dois dos maiores da história humana. Jesus Cristo defendeu o amor como o elemento fundamental para se atingir a harmonia em todos os níveis, inclusive no nível da felicidade individual. Maomé enfatizou a caridade e a esperança numa vida após a morte como elementos fundamentais para uma felicidade duradoura, eterna.

Autor: Arnold Gonçalves


Redação anterior

Redação anterior

          

Próxima redação

Próxima redação