TEMA

Eu sou brasileiro!

No Brasil, para alguns, o ano só começa depois de fevereiro. No Brasil, agora, todos querem ser negros ou índios. Será por causa das cotas? Das reservas? No Brasil alguém sempre dança o samba, toca o pandeiro, ou joga bola (a velha guarda). No Brasil todos adoram Nosso Senhor, pensam até que brasileiro ele também é. Porque brasileiro, apesar de bonzinho, é meio egoistinha. O brasileiro não pensa no passado, porque é de ter vergonha, só sonha, pois é o país do futuro. Enquanto isso deixa a vida levar, enganando o presente. O brasileiro é bem romântico, é namoro à luz da lua, mas possessivo, comumente cobre as lindas luzes da lua do amor com as trevas do ciúme doentio. O brasileiro é bem bonito e elegante. Com ou sem roupa continua esbanjando sua beleza. Caminha já disse isso em sua carta. Elas são lindas e não têm pudor quanto as suas vergonhas. Principalmente se for diante de um distinto cidadão do primeiro mundo. Também pudera... Que terra abençoada! Que natureza mais linda (onde ainda resta)! Onde tudo que se planta, tudo dá (principalmente cana de açúcar)! Clima quente, bem gostoso, na cachoeira refrescar (em São Paulo certamente não)! Brasileiro é falante, um tremendo fala fácil. Tem gingado até para falar. Fala de si, fala dos outros, mas onde mais gosta de falar, é na hora de enrolar. Não sei se por falar tanto, a memória não é das melhores, esquece das contas, do que fez o corrupto, do aniversário da esposa, do que comeu ontem, mas de zoar o torcedor do outro time, disso nunca se esquecerá. A brasileira não se esquece de nada, é quase rancorosa, pelos brasileiros serem tão relaxados. Elas consumiram muitos contos de fadas, por isso se abrem tanto para os gringos, afinal, o príncipe vem sempre de tão... Tão distante. Brasileiro é bom de garfo. Pudera! A gastronomia é das melhores. Tanta variedade de alimentos só poderia dar nisso. A brasileira é gostosa até na cozinha, foi feita para servir. Se Jesus é brasileiro, no Brasil o que mais tem é José e Maria. Terra das frutas, das noites claras, do gostoso calor tropical. Os degradados aqui encontraram seu verdadeiro habitat natural, onde poderiam amarrar suas redes entre um coqueiro e outro, com uma índia se enrolar e depois tomar uma água de coco para se hidratar. Hoje eles iriam se ferrar, seus descendentes trabalham todo dia, e só vêem o saldo de suas contas cada vez mais vermelho ficar. Minha casa, minha dívida. Não dá nem para a rede instalar. A parede de tão fina, parece feita de gesso escolar. Dá até vergonha de com sua índia se enrolar, pois muitas vezes, rede, nesta casa também não há. Brasil dos brasileiros, ame-o ou deixe-o; que convite tentador, mas brasileiro é tudo malandro, e brasileira é tudo puta. Foi o pensamento que os que foram constataram. Os gringos nos enganam, mentem para a gente que a gente não presta, e nós acreditamos. Diante dos latinos americanos nos sentimos o máximo, porque merda por merda, nós somos mais. Diante dos europeus norte americanos, nos sentimos a merda das merdas, afinal, nós somos mais. Brasileiro é pobre, mas limpinho. Toma banho todo dia. Mesmo assim, joga lixo na rua por todo lado onde anda. Brasileiro trabalha certinho, ajuda qualquer colega que esteja ao seu lado, mas se o bicho pegar, sai de fininho. Brasileiro faz qualquer serviço, e faz muito bem feito e de bom grado, mas tem que ser pago, nem que seja só um pouquinho. Se não tiver caixinha, ninguém vai tirar, o morto vai apodrecer estirado na rua. O brasileiro também bebe muito, herança dos navios negreiros. Dos barzinhos da cerveja aos botecos da cachaça, muitos param em outros terreiros, depois enchem a cara da patroa de porrada. Brasileiro morre sonhando ficar rico. Ganha um pouco, sai do barraco para comprar o carro e já arranja uma empregada, nem pensa que tem que ter casa. Brasileiro gosta de votar, mas é porque é obrigado. Me engana que eu gosto. O brasileiro aprendeu a muito tempo a gostar do que pode. Então qualquer carne de gato é picanha. Para brasileiro lei foi feita para ser descumprida, país do jeitinho, só não dá jeito para a morte, o resto, se arranja. Brasileiro chega atrasado para tudo, mesmo sabendo que esse atraso só lhe deixa em prejuízo.
Poderia estender as considerações sobre os brasileiros por muito mais linhas. São tantas as características atribuídas aos brasileiros que até me surpreendi. Significa que o cidadão brasileiro é riquíssimo, e com alguns ajustes feitos pela EDUCAÇÃO, será um povo digno de entrar para a história. Certos ou errados, bons ou ruins. Não importa. Sei que cem por cento das pessoas não se vêem como é descrito um brasileiro, eu também. Mas meu texto foi inspirado nas observações que os turistas estrangeiros fizeram em relação aos brasileiros durante a copa de futebol. Então não há como negar que somos nós. O que gostei de saber é que causamos impacto, e isso é bom. Temos sim que ser autênticos. Uma frase eu quis deixar para o fim e coloca-la exatamente como foi atribuída ao gringo: "O fato de que as pessoas são tão felizes por estarem vivas é algo muito diferente e palpável". E fico feliz em dizer: EU SOU BRASILEIRO!

Autor: Arnold Gonçalves


Redação anterior

Redação anterior

          

Próxima redação

Próxima redação