TEMA

As drogas na sociedade brasileira contemporânea

O álcool


É de longe a droga mais letal no Brasil. Não porque ela seja a mais agressiva para o organismo humano. Simplesmente porque é licita. É a única droga licita no país, e sozinha é responsável pela maior parte das ocorrências de violência familiar e social. É também a grande responsável pela maior parte dos acidentes automobilísticos. Transforma-se em ilícita, ao constatarmos que uma parte considerável dos adolescentes utiliza o álcool de forma regular, sobretudo nas festinhas de final de semana. Alguns movimentos governamentais estão tratando o uso do álcool conforme tratam o uso do fumo já à algum tempo. Como um problema. Mas ainda de forma tímida, pois permanece comum vermos propagandas “divertidas” de cervejas no horário vespertino da programação de tv.

A maconha


A erva maldita, hoje, é charmosa. É de longe a droga ilícita mais consumida no Brasil. Muitos a querem liberada, incluindo aí diversas personalidades públicas de importância no cenário político e social. Dizem que mal não faz, dizem que é de boa. Não sei não, maconheiro me parece meio depressivo. Será que faz bem mesmo para a cabeça? Estudos científicos indicam que os consumidores ficam lerdos no estudo. Que a memória vai para o saco. Que fumar e dirigir é pior do que beber e dirigir. Mas a tendencia é liberar o seu uso. Há indícios de que faz bem para controlar os efeitos de algumas doenças. Há vestígios de que poderia quebrar a cadeia de produção do narcotráfico internacional.


A cocaína / crack


Foi um estouro na década de oitenta. Atingiu seu auge nos anos noventa. De lá para cá deixou de ser novidade, mas ainda é bastante usada. Do luxo ao lixo. Esta droga era tipicamente usada pela juventude da elite econômica dos anos oitenta. Hoje é usada na forma de crack pela juventude mais pobre de todo o país. É uma droga que não permite defesa. Sua liberação é impensável. Está intimamente relacionada aos crimes mais banais ocorridos nas grandes cidades. Seus usuários trilham o caminho da criminalidade, e em muitos casos acabam matando e/ou morrendo pelo caminho. A dependência diante desta droga impressiona. Os caras não conseguem fazer nada se não estiverem cheirados. Está aí uma droga que ainda vai dar muito o que falar.

Existem outras drogas, e muitas outras surgirão, afinal, é um mercado em franca expansão e com grande capacidade de geração de lucros. As três mencionadas acima são as mais usadas no momento em nosso Brasil viciado. É um elemento da sociedade contemporânea que não nos deixará tão breve, talvez, nunca mais. Vejo a droga como um elemento alienante, uma fuga da realidade. Como a realidade tende somente a piorar nesta sociedade errada que avança sem condutor. A quantidade de usuários somente aumentará. Sendo assim, bem vindo ao admirável mundo novo dos nóias do Brasil.

Autor: Arnold Gonçalves


Redação anterior

Redação anterior

          

Próxima redação

Próxima redação

As drogas na sociedade brasileira contemporânea