TEMA

Educação e diversidade.

A educação formal vem tentando criar mecanismos para se adequar a diversidade social que se apresenta cada vez mais estratificada. Desde a um bom tempo vem sendo incorporada a participação de alunos com necessidade especiais em salas de aula tidas como normais. Alunos cegos, surdos, ou com as mais diversas síndromes em seus variados graus de aprofundamento estão cada vez mais participando ativamente da vida escolar tradicional. Em alguns casos esses alunos especias contam com a ajuda de estagiários em pedagogia, psicologia, etc. Acaba por ser uma forma de aproximar profissionais de outras áreas para auxilio e engrandecimento da atividade educacional.

Muito ainda tem que ser feito para o aperfeiçoamento do sistema educacional com a finalidade de proporcionar a devida inclusão de toda a diversidade humana. Até pouco tempo atrás as pessoas eram moldadas e doutrinadas à um padrão tido como normal, e o que não podia ser enquadrado era simplesmente eliminado da vida social, preenchendo manicômios, internatos, presídios, etc. Essas regras sociais eram invariavelmente parametrizadas pelos governantes em vigor; seja militar, religioso ou partidário. Sempre com um único intento, o de massificar e manter o poder.


Tomando o interesse pela manutenção do poder como referencia à reflexão, devemos sempre receber com acuidade critica as novas regras que surgem em relação as inclusões sociais no trato da educação. A educação está intimamente ligada à liberdade das ideias, mas também pode muito bem ser manipulada a ponto de aprisionar a pessoa para toda sua curta existência na terra. É inegável o avanço em todas as questões, como o das mulheres, negros, deficientes, obesos, etc. E até por isso não devemos baixar a guarda agora, pois há sempre o fantasma do retrocesso. Estamos certamente num momento de encruzilhada na história humana, e dependendo do caminho que tomarmos poderemos ascender a um tempo de inigualável democracia educacional e social.

Autor: Arnold Gonçalves


Redação anterior

Redação anterior

          

Próxima redação

Próxima redação


Educação e diversidade