TEMA

Violência no Rio de Janeiro.

Os números das estatísticas mostram que a violência no Brasil não é privilégio exclusivo do estado do Rio de Janeiro. E qual o motivo de aos olhos da população em geral este estado parecer ser disparado o mais violento? Creio que o principal motivo seja o de que a cidade maravilhosa é o grande cartão postal do país, a vitrine de uma nação para o olhar do restante do mundo. Expressa a essência básica de que se consiste ser brasileiro.

A estatística oficial aponta para uma quase totalidade de estados do Norte e Nordeste com números de violência mais elevados do que o do Rio de Janeiro, mas talvez, por força da mídia, e pela maior visibilidade, o foco de combate ao crime efetuado pelo governo se concentra na histórica Guanabara. Para desalento da população, parece não surtir efeito, muito pelo contrário, ao retirar um grupo do comando de uma comunidade, automaticamente outro assume o controle. A segurança pública parece estar enxugando gelo o tempo inteiro.

E o que teria causado este caos social? Não se fala muito sobre isso, mas a migração da capital do país para Brasília pode ter contribuído definitivamente para o declínio da sociedade carioca. A migração em massa do Nordeste para o Rio de Janeiro e São Paulo, que teve inicio nos anos 1950, continuou por décadas, e ao contrário de São Paulo, que se baseou economicamente na área industrial e conseguiu absorver esta população, o Rio de Janeiro perdeu a maior parte dos órgãos públicos federais e passou a se basear economicamente no turismo. As condições de vida no Rio de Janeiro foram gradativamente decaindo, mas não houve uma migração massiva para outros estados, concentrando-se ali uma massa de habitantes sem oportunidades dignas de trabalho.

Autor: Arnold Gonçalves


Redação anterior

Redação anterior

          

Próxima redação

Próxima redação