Terapia da Cozinha

TEMA

Vacinação em queda: Quais impactos isso pode causar na saúde?

Os números apurados após cada campanha de vacinação estão mostrando claramente uma diminuição de adeptos ao procedimento. Muito se questiona a respeito dos motivos que estão levando significativa parcela da população para esta realidade de abstenção aos procedimentos de prevenção.

Uma determinada camada da sociedade não vê com credibilidade os produtos oferecidos e ministrados pelo governo. Acreditam que podem muito bem estarem recebendo dosagem de farinha e água no lugar de medicamentos. Esta incredibilidade provém das inúmeras denúncias que pipocam incessantemente contra os organismos governamentais e seus administradores corruptos.

Outra parcela da população acredita não serem mais necessárias algumas vacinações, já que inúmeras doenças foram erradicadas do país à algum tempo, e sendo assim, para que tomar uma dose de vacina quando não há perigo de contágio, pelo fato de seus agentes de contaminação não estarem presentes na região.

Alguns mais abastados optam por receber todas as vacinações possíveis na rede particular de saúde, e muitas vezes acabam não sendo contabilizados na estatística oficial de vacinados. Outros não tomam mesmo as vacinas por terem dificuldade de locomoção, por motivos de segurança, financeiro, físico...

O fato é que aos poucos as doenças tidas como erradicadas estão voltando ao nosso meio. Incluindo aí doenças tidas como erradicadas até mesmo no continente americano. O Brasil vai se tornando de novo um laboratório para estudo de doenças com as quais os profissionais de saúde haviam se desabituado a lidar, ou sequer tiveram contato desde a formação.

Autor: Arnold Gonçalves


Redação anterior

Redação anterior

          

Próxima redação

Próxima redação